Cidade de Deus: Curiosidades que você não sabia sobre o filme

Se liga em 5 curiosidades sobre o filme Cidade de Deus que você ainda não sabia!

Cidade De Deus é um filme dirigido por Fernando Meirelles que completa 20 anos agora em 2022. Ele tem a fama de ter marcado a história do cinema nacional, bora descobrir o porquê?

O longa conta a história pelo olhar de Buscapé, interpretado por Alexandre Rodrigues, abordando o início do crime organizado na favela. Conta de forma muito realista como a favela se tornou um dos lugares mais perigosos do Rio de Janeiro na década de 1980. Se liga nas curiosidades que preparamos para você!

1. Vem de telegrama, rapá!

No ínicio dos anos 2000, quando o filme foi gravado, o telefone era algo raro, ainda mais nas comunidades, da onde vinha a maior parte do elenco. Para se comunicar, a produção do filme mandava telegramas para os atores informando os horários e os locais das gravações. Por mais incrível que pareça, durante os dois meses não houve qualquer problema por ausência de atores durante as gravações de Cidade de Deus.

2. Buscapé nunca tomava banho quente de verdade

A cena em que Buscapé diz à jornalista Marina sobre como "ele nunca tomava banho quente" foi improvisada, essa fala nunca esteve no roteiro do filme. Na verdade, os dois atores estavam falando fora da câmera, durante uma pausa nas filmagens, quando o menino, que era morador da comunidade, contava a ela sobre a vida real dele.

3. Da vida real pras telas

O ator Leandro Firmino, que interpretou o protagonista Zé Pequeno, era morador da Cidade de Deus e nunca tinha pensado em se tornar ator. Ele foi ao local do teste apenas para acompanhar um amigo, mas acabou sendo escalado para o elenco e se tornou um verdadeiro sucesso com o seu personagem.

4. Baseado em histórias reais

Quase todos os personagens do filme foram baseados em pessoas reais. Zé Pequeno, Bené e Mané Galinha existiram de verdade, assim como as amizades e os conflitos. O personagem Cenoura não existiu na vida real, mas foi baseado no traficante Ailton Batata.

5. Primeira vez do Brasil no Oscar

Cidade De Deus levou quatro indicações ao Oscar em 2004 - Melhor Diretor (Fernando Meirelles), Melhor Roteiro Adaptado (Bráulio Mantovani), Melhor Edição (Daniel Rezende) e Melhor Fotografia (César Charlone). Foi a primeira vez que um filme brasileiro ganhou mais de duas indicações ao Oscar e a primeira em todas as categorias mencionadas. Marcou a história, né?

Fala aí, você já assistiu o filme? O que achou?

 

Se liga nas camisetas de filmes e séries lá do site: (Inclusive a de Cidade de Deus)

Camiseta Classic Cidade de Deus

Camiseta Classic Pablo Escobar

Camiseta Classic The Godfather

 

Gostou do conteúdo? Compartilha com os bros!

Pague com
  • Pix
  • Mercado Pago
Selos
  • Site Seguro

Stoned Vestuario - CNPJ: 22.478.833/0001-03 © Todos os direitos reservados. 2022

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência em nosso site. Para saber mais acesse nossa página de Política de Privacidade