Como reciclar mais em casa?

Confira algumas dicas para ajudar o meio ambiente a partir da reciclagem do lixo dentro de sua casa

Você sempre ouve dizer que é necessário separar o lixo dentro de casa, né? Sim, a gente entende que bate aquela preguiça de fazer por ser mais cômodo jogar tudo em um lixo só. Mas você entende a diferença que você faz no mundo a partir desse simples ato?

Bom, além de favorecer uma atividade rentável gerando novos empregos, a reciclagem reduz a quantidade de resíduos enviados para aterros sanitários ou depósitos de lixo, prolongando o tempo de duração desses locais e infectando menos áreas do planeta. Bora ver como você pode fazer isso de dentro da sua casa? Se liga nessas 4 dicas que a gente separou:

1. Separe todo o lixo orgânico

Todo aquele material biológico, seja de origem vegetal ou animal, que precisa ser descartado é chamado de lixo orgânico. Ele inclui cascas de frutas, legumes e ovos, os restos de alimentos não consumidos ou fora do prazo de validade, borra de café, etc.

Então, o que fazer para produzir menos lixo orgânico e evitar desperdícios? Podemos fazer muito, acredite. Veja algumas sugestões:

  • Programe bem as compras no supermercado, para evitar comprar em excesso e ter de descartar produtos que perdem a validade antes de serem consumidos;
  • Observe a maneira correta de guardar frutas, legumes e verduras na geladeira, para que durem mais;
  • Congele em porções diárias o que não será consumido no curto prazo;
  • Calcule bem a quantidade de comida necessária para uma refeição e aprenda a aproveitar as sobras, criando novos pratos no dia seguinte;
  • Aprenda a fazer compostagem doméstica, para transformar o lixo orgânico em biofertilizante e adubar seus vasos, hortas e canteiros de plantas.

2. Separe o lixo seco pelo tipo de materiais

E aquele material que não tem origem animal ou vegetal? Esse é o lixo seco ou inorgânico, que é produzido pela ação do homem e não da natureza. Nesse tipo, estão os materiais como:

  • Plástico;
  • Alumínio;
  • Vidros;
  • Papel e papelão;
  • Tecidos;
  • Metais.

O mínimo que você pode fazer, em sua casa, é separar o lixo orgânico do inorgânico em duas lixeiras diferentes. Isso já representa uma pequena ajuda para o pessoal da triagem dos centros de reciclagem e aterros sanitários. Bora pensar no próximo, galera!

3. Mas como fazer uma coleta seletiva?

Se liga em como os materiais podem ser descartados na coleta do lixo seco:

  • PAPEL E PAPELÃO: Jornais, revistas, impressos em geral, caixas de papelão e embalagens longa vida.
  • PLÁSTICO: Garrafas, brinquedos, potes de cremes e xampus, embalagens de produtos de limpeza, sacos, sacolas, saquinhos de leite, tubos e canos e papéis plastificados, metalizados ou parafinados (como embalagens de biscoitos). O indicado, aqui, é que as embalagens sejam lavadas para que não sobre resquícios dos produtos. As tampas de potes também devem ser retiradas antes de separar o material.

  • METAL: Latas de cerveja, refrigerante e sucos; molduras de quadros e esquadrias (formas de janelas, portas, portões, venezianas etc.). Para facilitar o processo de reciclagem, as latas devem ser amassadas ou prensadas.

  • VIDRO: Garrafas, vidros de conserva e frascos. É importante que sejam lavados (sempre com água de reúso) e tenham suas tampas retiradas antes do descarte.

4. Outra coisa, tenha cuidado no descarte de resíduos perigosos

Alguns materiais envolvem riscos para quem os manuseia, mas, sobretudo, para a natureza. É o caso das pilhas, baterias, objetos eletrônicos, vidros quebrados, produtos químicos, lâmpadas, medicamentos, etc. 

Quando se tratar de cacos de vidro, é recomendável colocar os pedaços dentro de garrafas pet ou enrolar em várias camadas de jornais, para prevenir cortes em quem terá de lidar com os materiais coletados. Na verdade, além dos cortes, um risco ainda maior provocado pelo vidro na natureza são os incêndios. Um raio de sol incidindo em um pequeno caco pode gerar uma faísca e provocar uma tragédia.

O mesmo cuidado deve ser tomado com as pilhas, baterias, fios, carregadores e objetos eletrônicos: procure as lojas que comercializam tais produtos e solicite o descarte adequado. As grandes redes de supermercados já oferecem contentores para receber pilhas e baterias usadas. 

Quanto aos objetos eletrônicos, existem empresas de aproveitamento que recolhem em sua própria residência o material para reciclagem. Uma rápida pesquisa na internet vai listar algumas delas em sua cidade ou nas redondezas. 

Você sabe o porquê de a Stoned fazer diferente? Se liga nessa página: Pq comprar na Stoned?

 

Se liga em algumas peitas do site, todas feitas com algodão sustentável:

Camiseta The System

Camiseta Modern Society

Camiseta Be the Difference

 

Gostou do conteúdo? Compartilha com os bros!

Pague com
  • Pix
  • Mercado Pago
Selos
  • Site Seguro

Stoned Vestuario - CNPJ: 22.478.833/0001-03 © Todos os direitos reservados. 2022

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência em nosso site. Para saber mais acesse nossa página de Política de Privacidade